I Mostra Fuzuê de Teatro Comunitário abrilhanta 8ª Semana do Quilombo do Sopapo

Publicado em 24 de abril de 2016 por leandro artur anton

_MG_0818

Durante a 8ª Semana do Quilombo do Sopapo o Grupo Fuzuê Teatro de Animação realizou a sua I Mostra Fuzuê de Teatro Comunitário. Trata-se de um projeto experimental do Grupo Fuzuê, em vista da construção de um festival de teatro comunitário permanente no bairro Cristal.
A I Mostra Fuzuê de Teatro Comunitário aconteceu juntamente com a 8ª Semana do Quilombo do Sopapo, não como uma programação paralela, mas como um evento organicamente integrado à Semana e aos diversos trabalhos e mostras realizados pelos demais Núcleos e Coletivos do ponto de cultura.
A mostra apresentou os dois trabalhos do repertório do Fuzuê: o espetáculo de bonecos mamulengos “Fuzuê no Sertão Encantado” e a peça “Devaneios”, um experimento cênico e laboratorial apoiado nas estéticas do Teatro Visual e do Teatro de Animação. Também integraram a mostra trabalhos de companhias amigas e parceiras do Fuzuê, que encantaram o evento com as suas participações: Leandro Silva e Lorena Sanchez trouxeram seu curioso “A Princesa e o Sapo/ Grimm para os Pequenos”, a Oigalê Teatro de Rua encantou a praça Alexandre Záchia com o seu Circo de Horrores e Maravilhas e a Trupi de Trapu fez mágica com o espetáculo de Teatro Lambe-Lambe “A Nuvem”.
Também teve espaço para processos criativos dentro da Mostra. Os educadores do curso de Bonecos Gigantes do projeto “Comunicação e Arte: Uma Onda no Ar do Quilombo do Sopapo” apresentaram o processo da criação do espetáculo de bonecos gigantes em curso, dialogaram com o público e gravaram takes junto com a Cristalizar Vídeo Produção (CVP) para composição de um documentário.
A I Mostra Fuzuê de Teatro de Animação passará a ser um projeto permanente do Grupo Fuzuê Teatro de Animação, acontecido anualmente durante o mês de abril, juntamente com a Semana do Quilombo do Sopapo. O projeto foi gestado a partir da experiência do Festival de Títeres na Comunidade Muñecomas, de Lima – Peru, que o grupo viveu de forma visceral em 2014. A partir daí, foi-se idealizando gerar no bairro Cristal, em Porto Alegre, RS, uma experiência similar, comunitária, uma aposta no teatro como caminho de inclusão e transformação social, com recorte para o teatro de animação, a contação de histórias e o teatro de rua.
Apesar de ter sido atrapalhado pelas chuvas constantes, o projeto é para ser desenvolvido na Praça Alexandre Záchia, que fica em frente ao Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo. Teatro comunitário como direito de todos e todas!
12993460_989313411123522_4428564510488284181_n
Também vale a pena destacar:
  • Toda a gestão e produção da Mostra foi feita de forma colaborativa e compartilhada pelos membros do Grupo Fuzuê Teatro de Animação. Da grade de apresentações, à produção local, ao plano de divulgação…. tudo foi assumido de forma eficiente pelos membros do grupo e contando sempre com a cooperação dos demais trabalhadores(as), coletivos e núcleos do Quilombo do Sopapo.
  • A boneca Gertrudes, criação da artista Marion Santos e manipulada por Leandro Silva se consagrou como a mestra de cerimônia e a marca do festival. Em sua homenagem, foram criados bottons e folders que deram suporte ao processo de divulgação. Gertrudes passará a receber, anualmente, o público da mostra.
  • O projeto da Mostra foi uma aposta coletiva do Quilombo do Sopapo e dos parceiros convidados que, com muita generosidade e dedicação, se somaram na sua construção (Grimm para os Pequenos, Oigalê e Trupi di Trapu). A mostra não contou com nenhum patrocínio oficial, salvo o apoio das próprias companhias convidadas.
  • Houve forte envolvimento das escolas públicas da região do Cristal na Mostra: EEEF Rafael Pinto Bandeira, Escola Paraná, EEFF Loureiro da Silva e Escola Fernando Ferrari, bem como da instituição social “Casa de Nazaré”. Para tanto, o Grupo Fuzuê Teatro de Animação apostou na articulação com as mesmas através de visitas e entrega de cartas convites pessoalmente.
Próximos passos:
 
  • Em 2017 será realizada a II Mostra Fuzuê de Teatro de Animação, mais uma vez dentro da Semana do Quilombo do Sopapo.
  • O Fuzuê fará, em 2017, uma primeira convocatória nacional e internacional para convidar 03 companhias para se somarem aos atuais parceiros e amigos da Mostra.
  • O projeto da Mostra Fuzuê de Teatro Comunitário será apresentado à Unima Internacional para compor o calendário oficial de festivais da instituição.
  • Inclusão, nas próximas mostras, de oficinas de formação artística e mais apresentações de processos criativos.
  • Buscar apoio de patrocinadores, parceiros e apoiadores para financiamento das próximas edições.
Por fim, a Mostra se somou à luta do Quilombo do Sopapo em vista da continuidade das negociações com o Sintrajufe RS para a sua permanência na casa da Avenida Capivari, nº 602, Cristal. Uma luta estruturante para a vida do Grupo Fuzuê e do seu novo projeto de festival. Somos #QuilomboDoSopapoSempre!
Confira como foi a I Mostra Fuzuê de Teatro de Animação:
 
“A Princesa e o Sapo” (Grimm para os Pequenos), com Leandro Silva e Lorena Sanchez, no dia 11 de abril.
_MG_0493_MG_0522_MG_0594_MG_0637
Mostra de processo da oficina de Bonecos Gigantes (projeto “Comunicação e Arte: Uma Onda no Ar do Quilombo do Sopapo”), no dia 13 de abril.
P107016220160413_14244720160413_150907P1070165
“Fuzuê no Sertão Encantado” com Grupo Fuzuê de Teatro de Animação, no dia 13 de abril.
_MG_0783_MG_0822_MG_0831_MG_0864
“Circo de Horrores e Maravilhas” com Oigalê Teatro de Rua, no dia 14 de abril.
_MG_0927_MG_1012_MG_1067_MG_1105
“Devaneios” com Grupo Fuzuê de Teatro de Animação, no dia 15 de abril.
_MG_1815_MG_1706_MG_1785_MG_1823
“A Nuvem”, com a Trupi di Trapu, no dia 15 de abril.
_MG_1897_MG_1895_MG_1890_MG_1857
A fotografia é de Leandro Artur Anton, coordenador geral do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo e arte-educador do Coletivo Imagens Faladas.

Tags:, , ,

Compartilhe este post nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*